Líderes em infra-estrutura de aplicações

Relatórios recentes do Gartner e outros institutos em 2007 têm avaliado o mercado de fornecedores de soluções para infraestrutura de aplicações, integração e SOA.

Em todos os segmentos, destacam-se os servidores de aplicações Java EE, em geral com a liderança disputada por três fornecedores: IBM (WebSphere), Oracle (Fusion Middleware) e BEA Systems (WebLogic).

A família de produtos IBM WebSphere, baseada no WebSphere Application Server, participa da liderança de todos os relatórios de avaliação citados, juntamente com a Oracle. BEA e Microsoft aparecem no grupo dos líderes em quatro dos seis relatórios. Fujitsu (Interstage) aparece em três; Red Hat (JBoss) e SAP (NetWeaver [br]), em dois.

Exceto a Microsoft com sua tecnologia .NET, todos os outros fornecedores líderes se baseiam na plataforma Java EE.

O Oracle Application Server integra a família de produtos Oracle Fusion Middleware, que tem se tornado cada vez mais ampla, impulsionada pela massiva aquisição de empresas pela Oracle nos últimos tempos.

Em 2005, a Oracle já destacava que o Oracle Application Server 10g estava posicionado no grupo líder em três Quadrantes Mágicos do Gartner — “Enterprise Application Servers”, “Integration Backbone Software Suppliers” e “Horizontal Portal Products” — e no Forrester Wave – Application Servers Platforms.

Em 2007, as páginas Oracle Application Server: Expert Opinions e Oracle Analyst Reports on Infrastructure – Fusion Middleware destacam a permanência da participação da Oracle na liderança do Forrester Wave para Application Servers e em quatro Quadrantes Mágicos do Gartner para Infraestrutura de Aplicações — Geral, Integração Back-End, Orientada a Serviços (SOA) e Aplicações Compostas.

A família de produtos BEA WebLogic, com o WebLogic Server, tornou altamente respeitado no mundo Java EE o nome da empresa BEA Systems. Em 2007, a BEA também destaca que está posicionada na liderança de três Quadrantes Mágicos do Gartner.

Eis a seguir uma listagem resumida dos relatórios de avaliação e líderes apontados.

[photopress:as_gartner_magicq_2q07.png,full,centered]

Gartner – Magic Quadrant for Application Infrastructure, 2Q07 (fonte: Oracle). Também disponibilizado por BEA (artigo 1). Líderes: IBM, Oracle e BEA Systems, seguidos por Microsoft, SAP, Red Hat e Fujitsu.

Gartner: Back-End Application Integration
Gartner – Magic Quadrant for Application Infrastructure for Back-End Application Integration Projects, 2Q07 (fonte: Sun) [pdf]. Também disponibilizado por Oracle, BEA (artigo 2) e Microsoft (artigo 1). Líderes: Tibco, IBM, Oracle, BEA e Microsoft, seguidos por Sun, Fujitsu e Sterling.

Gartner: Service-Oriented Business Applications
Gartner – Magic Quadrant for New Service-Oriented Business Application Projects, 2Q07 (fonte: Oracle). Também disponibilizado por BEA (artigo 3). Líderes: IBM, BEA e Oracle, seguidos por Fujitsu.

Gartner: Composite-Applications
Gartner – Magic Quadrant for Application Infrastructure for Composite-Application Projects, 2Q07 (fonte: Oracle). Também disponibilizado por Microsoft (artigo 2). Líderes: IBM, Oracle, SAP e InterSystems.

[photopress:forrester_wave_app_svr_2007.png,full,centered]

Forrester Wave™: Application Server Platforms, All Vendors, Q3 ’07 (fonte: Oracle) [pdf]. Também disponibilizado por Microsoft/sumário executivo Forrester. Líderes: Oracle, seguida por Microsoft e IBM.

[photopress:as_gartner_magicq_3q06.png,full,centered]

Gartner – Magic Quadrant for Enterprise Application Servers, 2Q06 (fonte: Aumega Networks) [pdf]. Também disponibilizado por Oracle/press. Líderes: IBM, BEA e Oracle, seguidos por Microsoft e Red Hat (JBoss).

5 Replies to “Líderes em infra-estrutura de aplicações”

  1. Marcio,
    È estranho esse relatório da “Gartner” pois todos sabemos que esses questionários são respondidos via e-mail enviado às empresas americanas, e não representam a realidade do mercado. Por exemplo como saber a quantidade de App Server de uma Software AG pois eles além de possuirem várias consultorias espalhadas pelo mundo instalando seu banco de dados “Adabas” embarcado em ERP Web com software livres (Tomcat/JBoss) e mais como eles podem medir e quantificar essa quantidade nas empresas que já tiveram seus produtos instalados e foram vendidas á outros segmentos.
    Outro fato estranho é a IBM que possui um péssimo suporte em todos os sentidos estar a frente da Oracle e até mesmo da Red Hat (JBoss) que é um dos produtos mais usados,não sei mais isso parece tendêncioso deixando uma margem de dúvida..você não acha..
    Att
    William Silva

  2. William: Essas análises nunca são uma realidade completa do mercado, e há quem diga até que podem ser tendenciosas, mas já fornecem algum referencial do mercado e critérios objetivos.

    Creio que o enfoque maior é no mercado de fornecedores corporativos. JBoss deve aparecer mais pela atuação comercial da Red Hat no mercado corporativo do que pela presença do JBoss AS usado como software livre.

    O suporte talvez não tenha tanto peso na avaliação. O foco deve ser principalmente nas características funcionais dos produtos. Veja o que diz o relatório do Gartner para Application Infrastructure, sobre seus critérios:

    Inclusion in this Magic Quadrant is based on an assessment of the functional capabilities of products that are generally available in the market (…)

    De qualquer forma, à medida que se avalia o resultado de vários relatórios, tem-se uma tendência estatística cada vez mais concreta.

    Fato concreto, por exemplo, é o domínio de fornecedores e soluções baseados em plataforma Java EE, nas diversas avaliações, frente à plataforma Microsoft .NET.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *