Microsoft Office 2007 doméstico

Os dois produtos mais populares da Microsoft são o sistema operacional Windows e o pacote de programas de escritório Microsoft Office. Apesar do imenso domínio de mercado e dos lucros astronômicos, os preços de licenças individuais destes produtos ainda são muito altos, principalmente para usuários domésticos e pequenas empresas. Parece que a lei de mercado “aumento da escala de vendas reduz o custo por unidade” não se aplica à Microsoft.

Isso faz surgir dois grandes rivais à venda de licenças da Microsoft: o software livre, como Linux e OpenOffice, e a pirataria.

Reagindo ao software livre, o Microsoft Office 2007 traz um novo conjunto de formatos de arquivos Office Open XML (OOXML) baseado em padrões abertos — concorre com o padrão OpenDocument, usado pelo OpenOffice — e o suporte — finalmente! — a formatos comuns como PDF (Portable Document Format) e XPS (XML Paper Specification) para distribuição de arquivos.

Já ante a pirataria, a estratégia da Microsoft praticamente se limitava a introduzir proteções contra cópias ilegais em seus softwares. Mas tais técnicas têm sido atacadas por hackers no mundo todo, de forma que em pouco tempo surgem mecanismos para burlar as proteções. E a adoção de estratégias cada vez mais agressivas anti-pirataria pela Microsoft, como a imposição de validação do sistema Windows Genuine Advantage (WGA), começa inclusive a causar desconfiança, incômodo e protesto geral em usuários e especialistas em tecnologia.

Finalmente, parece que a Microsoft começa a aceitar a medida mais simples e efetiva para inibir a pirataria: oferecer opções com preço menor!

Instituições de ensino, professores e estudantes há muito tempo já se beneficiavam de licenças especiais a custo muito reduzido. A edição econômica para Professores e Estudantes (Office Student and Teacher Edition 2003) foi ampliada para usuários domésticos e estudantes na versão 2007.

O Microsoft Office 2007 Home and Student inclui os três principais programas: editor de textos Word, planilha eletrônica Excel e editor de apresentações PowerPoint. Isso por um preço sugerido de R$399, com direito a instalação em até três computadores na mesma casa, conforme relatou Sandra Carvalho em seu blog da INFO Online de 29/01/2007. Embora ainda amargo, este preço de licença por computador de 133 reais começa a ser “pagável” por meros mortais.

Nos EUA, o Office Home and Student sai a 149 dólares, contra US$399 do Office Standard e cabeludos US$679 do Microsoft Office Ultimate 2007 (preços “full”, não atualização). A família Office 2007 por sinal traz um grande leque de oito opções de pacote.

Enquanto os preços de Windows e Office não caem ainda mais, permanece o software livre de custo zero, compensando eventuais deficiências de acabamento ou recursos. E para os rebeldes, continuam as cópias pirata de 10 reais em banquinhas de camelô.

Para saber mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *