Boato "Criança Esperança"

Tem circulado na Internet uma mensagem de boato falso, sem autor identificado, criticando um suposto benefício em imposto de renda da Rede Globo com o programa Criança Esperança. Os registros mais antigos que encontrei da mensagem são datados de 3 de novembro, em “O falácia”, e 6 de novembro, no blog “Alerta Total”.

O texto da mensagem é assim:

“Leão Esperança”
Criança Esperança – Você pagando o imposto da Rede Globo.

Quando a Rede Globo diz que a campanha Criança Esperança não gera lucro é mentira. Porque no mês de Abril do ano seguinte, ela (TV Globo) entrega o seu imposto de renda com o seguinte desconto: “Doação feita à Unicef no valor de (aqui vem o valor arrecadado no
Criança Esperança)
“.

Ou seja, a Rede Globo já desconta pelo menos 20 e tantos milhões do imposto de renda graças aos babacas que fazem as doações! Agora vai você colocar no seu imposto de renda que doou 7, 15, 30 ou mais pro Criança Esperança. Não pode, sabe por quê? Porque Criança Esperança é uma marca somente e não uma entidade beneficente. Já a doação feita com o seu dinheiro para o Unicef é aceito.

E não há crime nenhum aí, você doou à Rede Globo um dinheiro que realmente foi entregue à Unicef, porém é descontado na Receita Federal como doação da Rede Globo e não sua.

Algumas variantes ainda acrescentam:

A UNICEF tem bons propósitos e realizações interessantes no Brasil e no exterior. Visite o site www.unicef.org.br, conheça-a e faça sua doação diretamente: futurocrianca@unicef.org.

Iniciando a pesquisar o boato, não encontrei nenhum fundamento a favor da veracidade do texto, mas logo vi sim uma inconsistência:

Desde 14 de abril de 2004, a responsável técnica pela gestão dos projetos e recursos (provenientes das doações arrecadas) do Criança Esperança é a Unesco — Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, e não a Unicef — Fundo das Nações Unidas para a Infância.

Segundo o portal Ajuda Brasil:

O Criança Esperança é um projeto da Rede Globo em parceria com a Unesco.
Rede Globo – é responsável pela campanha de divulgação e arrecadação de fundos.
Unesco – é responsável pela preparação do processo seletivo, seleção, repasse de recursos, coordenação e acompanhamento técnico dos projetos selecionados.

O boato continuou a repercutir tanto na Internet que, na edição 2007 do Criança Esperança, a Unesco e a Rede Globo resolveram fazer amplos e repetidos comunicados públicos de esclarecimento durante toda a divulgação da campanha, deixando claro que (destaques em negrito adicionados ao texto original):

1. As doações para o Criança Esperança são diretamente depositadas em conta administrada pela UNESCO, que destina esses recursos única e exclusivamente para projetos sociais implementados no Brasil. Nenhuma doação do Criança Esperança passa pela Rede Globo.

2. Por se tratar de uma agência das Nações Unidas, doações para a UNESCO não são dedutíveis no Imposto de Renda, que veta supressão de contribuições feitas a organismos internacionais. Dessa forma, é inverídica a suposição de que a Rede Globo obtém benefícios fiscais com a campanha Criança Esperança. A Rede Globo, assim como a UNESCO, não se beneficia de qualquer recurso de abatimento fiscal em função do Criança Esperança.

O boato é falso. Os fatos reais são o trabalho de mobilização da sociedade realizado com o apoio da Rede Globo e o retorno social efetivo do projeto.

A maior parte das pessoas que doa dinheiro durante a campanha massiva de divulgação da emissora dificilmente teria a iniciativa espontânea de realizar uma doação para este ou qualquer outro projeto ou instituição assistencial. As pessoas o fazem por acreditarem na seriedade do projeto e das entidades envolvidas — inclusive a própria Rede Globo, claro. A empresa investe não só na divulgação e perpetuação do projeto, mas em associar sua marca institucional à iniciativa.

O Criança Esperança já dura 20 anos e tem reconhecimento internacional. O SBT adota idéia similar em parceria com a AACD — Associação de Assistência à Criança Deficiente — no projeto Teleton, desde 1998 no Brasil.

Cabe ainda uma reflexão sobre a “filosofia barata” por trás deste boato. Soa ridícula a crença de que seria ruim ou imoral empresas terem benefícios (diretos ou indiretos) em troca de apoiar ou investir em ações sociais. As melhores empresas são as que dão lucro como retorno a seus investidores e ainda têm responsabilidade social, ou seja, geram também retorno positivo a seus colaboradores, clientes, parceiros e à sociedade em geral. É um “capitalismo saudável” e sem hipocrisia.

Várias leis brasileiras inclusive incentivam o fomento a ações socio-culturais por empresas ou pessoas físicas, oferecendo benefício fiscal para certos investimentos em ações sociais, educação, cultura e esporte. A lógica é simples: Se uma instituição (pessoa ou empresa) participa em um papel social que deveria ser suprido pelo Estado, nada mais justo que o Estado ofereça uma compensação a quem investe. Que fique claro, porém, que esta não é a situação da Rede Globo nem da Unesco como sugerido no boato, conforme comprovações apresentadas neste artigo [e em seus comentários].

Para saber mais:

27 Replies to “Boato "Criança Esperança"”

  1. Escrevi o e-mail abaixo a um amigo a fim de rebater uma correspondência eletrônica que ele havia me encaminhado contendo a mesma denúncia sobre o Criança Esperança.

    Peço-lhe, por gentileza, que leia o e-mail e se manifeste, já que, para ele, basta estar publicado no seu Blog para que seja praticamente lei. É seu fã!

    Desde já agradeço-lhe pelo atenção e aguardo retorno com urgência.

    Atenciosamente,

    Alexandre de Almeida

    “Quando li seu e-mail, de imediato, não acreditei na autenticidade das informações ali contidas. Não conheço a pessoa que o subscreveu, já que não consta no texto, mas resolvi checar. Não que eu seja fã da Globo, porém, a denúncia era muito séria e merecia ser esmiuçada.

    O “esquema” relatado é juridicamente impossível, já que não é qualquer doação que pode ser deduzida, muito menos aquelas feitas por telefone a entidades que sequer existem, como acredita o seu amigo ser o Criança Esperança.

    Há vários tipos de deduções, com alíquotas diferentes, e sempre a entidade (com um CNPJ próprio) necessita ter algum tipo de Certificado ou mesmo Projeto aprovado, como o da Lei Rouanet. Caso contrário a doação deve ser feita a algum fundo público social, como os Municipais de amparo à Criança e ao Adolescente, por exemplo. Não é possível também doar serviço ou cobrar custo com artistas e depois efetuar qualquer tipo de dedução.

    Pois bem, mesmo sabendo disso, resolvi investigar. Acessei o site http://criancaesperanca.globo.com e cliquei no ícone “Doe agora”, já que as doações pela internet podem ser feitas durante todo o ano.

    Para fazer um teste, gerei um boleto bancário em seu nome (arquivo anexo) no valor de R$ 500,00. Como Cedente aparece o nome “Criança Esperança” e no campo CNPJ o número 03.736.617/0001-68.

    Depois disso, acessei o site da Receita Federal ( http://www.receita.fazenda.gov.br ) e chequei a situação cadastral do CNPJ informado no boleto. Trata-se do CNPJ da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (nome fantasia “Representação da Unesco no Brasil”), cuja sede fica em Brasília (arquivo anexo).

    Diferente do que afirma o autor do e-mail, quando se doa para o Criança Esperança, não se coloca o dinheiro na mão da Globo pra ela manipular como quiser, doa-se diretamente à Unesco que tem legitimidade para transferir quantias a outras Associações que têm o mesmo objetivo estatutário (a lista de entidades beneficiadas também pode ser consultada pela internet).

    Pela lei não é possível fazer qualquer tipo de dedução quando se doa a um organismo internacional, mesmo que seja à sua extensão brasileira.

    Não satisfeito, entrei em contato, por telefone, com a Unesco. Primeiro liguei para São Paulo (11- 3105-7606) e depois me passaram um contato da sede de Brasília (61-2106-3500). Fui extremamente bem tratatado e relatei o que tinha acontecido. Disse que, como habitual doador do Criança Esperança, precisava checar as informações de qualquer maneira e que, como acredito ser a Unesco um órgão totalmente transparente, não me negariam quaisquer esclarecimentos.

    Disseram-me o que já sabia!

    TUDO que é arrecadado com o Criança Esperança, sem excessões, é destinado diretamente à Unesco que, posteriomente, distribui entre dezenas de ONGs do território brasileiro (este ano foram 64).

    TODO o custo para a realização da campanha é arcado por aqueles que se dispõe a oferecer produtos e serviços. Por exemplo, a Globo vincula as chamadas e a própria campanha na TV e realiza o show de encerramento. Os cantores e artistas que se apresentam não cobram nada e até mesmo a empresa que recebe as ligações, as companhias telefônicas ou às instituições financeiras abrem mão de receber qualquer tipo de remuneração pelo trabalho que prestam. É assim que funciona.

    O fato de um banco não cobrar pela ficha de compensação, ou a empresa do 0300 pelo serviço técnico, ou um cantor pela apresentação no show de encerramento, não lhes permite deduzir qualquer quantia no Imposto de Renda, já que doações em dinheiro só são feitas à Unesco.

    Sei que você é um cara extremamente correto, íntegro e idealizador. Sei que discorda do atual modelo econômico, ainda fruto de décadas de desmandos da chamada “burguesia capitalista”. Todavia, e-mails com este, que colocam em perigo grandes iniciativas apenas com o descarado fim de macular esta ou aquela empresa, deixam-me muito triste, visto que luto diariamente para conscientizar pessoas da necessidade da participação mais ativa da Sociedade Civil para a diminuição do sofrimento de nossas crianças.

    Sei como é difícil conseguir doadores e, principalmente ter projetos aprovados no Governo Federal sem qualquer ajudinha de um conhecido. Mesmo tendo 04 anos de atuação, com mais de 150 voluntários que atuam em 06 hospitais, somente agora a ONG que fundei conseguiu a aprovação de um projeto de Lei Rouanet. É foda, meu amigo.

    A Globo está fazendo um trabalho sério com o Criança Esperança, com uma ferrenha fiscalização da Unesco, porque isso é extremamente lucrativo para ela. Não com o abatimento de meros 6% de imposto de renda, mas com um baita Marketing Social que, atualmente, tem se mostrado uma das ferramentes mais eficazes de marketing indireto (minha monografia do MBA é sobre isso).

    Peça a seu amigo que seja mais responsável quando “soltar” um e-mail na internet, visto que milhares de pessoas podem simplesmente deixar de contribuir com a Campanha com a ilusão de que, na verdade, estão dando dinheiro para a Globo pagar seus impostos. Isso é muito sério.

    Grande abraço, meu amigo!

    Alexandre

    P.S. Se desejar doar a quantia que estipulei no boleto teste, basta pagá-lo no Banco do Brasil. Caso deseje aumentar ou diminuir a doação, basta gerar outro. O não pagamento não gera qualquer ônus.”

  2. Realmente, o CNPJ do boleto de doação é da UNESCO. Eis transcrição do resultado à consulta de situação cadastral na Secretaria da Receita Federal:

    República Federativa do Brasil – Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica
    COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO E DE SITUAÇÃO CADASTRAL

    NÚMERO DE INSCRIÇÃO: 03.736.617/0001-68
    DATA DE ABERTURA: 25/09/1966

    NOME EMPRESARIAL:
    ORGANIZACAO DAS NACOES UNIDAS PARA EDUCACAO, CIENCIA E CULTURA

    TÍTULO DO ESTABELECIMENTO (NOME DE FANTASIA):
    REPRESENTACAO DA UNESCO NO BRASIL

    CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE ECONÔMICA PRINCIPAL:
    99.00-7-00 – Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais

    CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA NATUREZA JURÍDICA:
    500-2 – ORGANIZACAO INTERNACIONAL E OUTRAS INSTITUICOES EXTRATERRITORIAIS

    LOGRADOURO: ST DE AUTARQUIAS SUL // NÚMERO: 05
    COMPLEMENTO: BLOCO H LOTE 6 – 9 AN
    CEP: 70.070-914
    BAIRRO/DISTRITO: ASA SUL
    MUNICÍPIO: BRASILIA // UF: DF

    SITUAÇÃO CADASTRAL: ATIVA
    DATA DA SITUAÇÃO CADASTRAL: 03/11/2005

  3. Em 24 de novembro, entrei em contato pelo “Fale conosco” do site Criança Esperança da globo.com, sobre o boato em circulação. Recebi hoje a seguinte resposta:

    Data: Fri, 15 Dec 2006 11:57:34 -0300 (GMT)
    De: “Webmaster TV Globo”
    Assunto: RES: Criança Esperança – Fale Conosco

    Marcio,

    todo o dinheiro arrecadado pelo Crianca Esperanca eh depositado numa conta da Unesco, responsavel pelo repasse aos projetos. Por ser um orgao multilateral e internacional, a Unesco nao goza dos beneficios das isencoes proporcionadas pelas leis nacionais. Portanto, a doacao feita ao Crianca Esperanca nao eh dedutivel do IR.

    Cordialmente,

    Central Globo de Comunicacao

  4. Mais uma coisa, de qualquer forma, fosse verdade ou não, DOAÇÕES A INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS NÃO PODEM SER DESCONTADAS DO IMPOSTO DE RENDA!!!

    Ou seja, além da grande massa que doa pro Criança Esperança ser de pessoas que nem teriam imposto a deduzir, mesmo que doassem diretamente à Unesco, ou á Unicef, não poderiam deduzir do imposto de renda de qualquer forma.

    Trata-se de um boato totalmente sem sentido, sem fundamento e malicioso até o último fio de cabelo.

    Sem mais,

  5. Acredito que na real, as crianças devem perder as esperanças é com a corja de políticos que saqueiam e pilham este país todos os dias, e ninguém faz nada para dete-los. Não sou fã da Rede Globo, mas publicar injustiças também não aceito, recebi esse email e assim que o li fiquei indignado, e saí atrás de informações foi onde encontrei esse blog, que me deixou mais tranquilo.

  6. É incrível o poder que há boatos, as pessoas sem o minímo de educação, são capazes de ler uma asneira desta e ainda chagar no bar e alastrar ainda mais, informações caluniosas e sem fundamentos. Pobre País onde a maioria acredita em qualquer coisa que lhe é falado.

  7. Creio que o mérito da Rede Globo é inteiramente digno de conspirações e especulações.A polêmica do fato tem sido alastrada por diversos Blogs e outros pontos de comunicação na imtermet.Embora a maior rede televisiva do Brasil tenha caráter manipulador, não arriscaria tal artimanha repassada no boato.O projeto é antigo, e sua seriedade é concreta visto todas as comprovações citadas acima…
    Espero que os conspiradores de plantão da internet tenham mais cuidado, e maior zelo, na hora de lançar a massa mais uma de suas postulações sensacionalistas e extraordinárias…

  8. A Globo poderia disponibilizar (se já não o fez) seus demonstrativos contábeis dos anos anteriores para eliminar de vez qualquer dúvida nessa história. Eu prefiro doar p/ algum grupo q eu tenha realmente contato e consiga observar os resultados… p/ q doar p/ alguem longe de onde vc mora, sem conhecer p/ onde será direcionado o dinheiro, se tem gente precisando de ajuda ao seu lado???

  9. bom a respeito do crianca esperanca isso e uma farca este dinheiro vai para o projac e manter viagens para a producao de novelas ou manter minha cidade por que agora virou cidade presidio que o roberto irineu me colocou presa e nao tenho medo de falar se ele mentir eu desminto

  10. @Vania:
    O projeto Criança Esperança não é uma farsa, é um projeto filantrópico de mais de 20 anos da Unesco e Rede Globo, como mostram os fatos e relatos do artigo.

    Você deve ter suas livres razões e opiniões para seu protesto, mas, por favor, não faça desse artigo e seus comentários um fórum de revolta.

    A propósito, não tenho nenhum vínculo com a Rede Globo nem sequer sou do estado do Rio de Janeiro. Meu único interesse com o presente artigo, assim como diversos outros neste blog, é com a análise de fraudes na internet.

  11. A Rede Globo como sempre manipulando o povao.Nao sejam OTARIOS.O Brasil é o lider mundial em arrecadaçao de impostos, tem dinheiro sobrando aqui pra fazer tudo que precisa, so que a corrupçao é grande demais,portanto $15 nao irao fazer a minima diferença, a nao ser pro bolso da toda poderosa rede globo.

  12. Eu só queria entender então porque é que não se coloca esse dinheiro em uma ONG BRASILEIRA que seja responsável por distribuir esse dinheiro e possibilitar assim aos doadores os benefícios fiscais estabelecidos em lei… Umazinha ONG séria pra substituir a UNESCO, será que não temos? Duvido.

  13. @Ramon: Os fatos averiguados, não só junto à rede Globo mas também validando dados na Receita Federal e organismos de fomento filantrópico do Brasil, me pareceram suficientemente sólidos para mostrar que não há manipulação, fraude ou enganação.

    @Marcio Henrique [homônimo??]: Provavelmente por ser a Unesco um organismo idôneo, competente e isento/imparcial. Não duvido nada que, se a Globo escolhesse uma ONG, poderiam surgir boatos do tipo “a Globo está privilegiando uma entidade” ou até “a ONG deve ser uma fachada para repasse de dinheiro”.

    Sempre vai haver alguém, seja por que interesse for (ódio pessoal, concorrência, inveja, ganância, inconsequência etc.), disposto a criar ou a espalhar um boato. Ainda mais considerando-se que instituições de grande abrangência e destaque sócio-econômico são alvos frequentes de atenção, seja por fascinação ou pela oposição.

  14. demonstrativos contábeis – isso seria interessante. Acredito que haja muito mais pessoas com o desejo de colaborar com o projeto, porem, não estão convencidas da infalibilidade de todo o sistema (liga, paga fatura do telefone, da telefonica o valor é lançado na conta da unesco, este orgão repassa o dinheiro para as ongs que por sua vez acionam os projetos), bem… Falta stransparencia. Será são muitas as cidades e estados beneficiados…. e, os demonstrativos contabeis (detalhados), onde estão… Será não se sabe que quanto mais transparencia mais colaboradores… Será não existe uma maneira mais eficiente de beneficiar as crianças dando a elas oportunidades reais de um futuro prospero não focando somente a arte, xadrez, capoeira, e seminarios ect. Gostaria de ajudar, mas, nao acho seguro, ainda se tratando da rede de televisao que mais deseduca as crianças atravez de suas programações em horario aberto. Depois, venhamos e convenhamos que a tv globo não tem boa fama.Sei que o dinheiro nao vai diretamente para ela, mas, conheço o pais em que vivo… conheço o tipo de compromisso que os grandes desse pais tem para com o povo necessitado, todos bem intencionados. Principalmente quando existem atravessadores. Não conheco as ongs, não tenho acesso aos demonstrativos (aplicação de cada centavo, e, onde aplicado). Não acredito no que me falam por telefone, muito menos vou defender com unhas e dentes eficiencia deste projeto. Não basta dizer que muitas crianças estão sendo beneficiadas, quero saber como e se de fato é benefício sustentavel, pois, de fato muitas de nossas crianças precisam de ajuda. Tambem prefiro ajudar instituições que conheço e, onde posso acompanhar os resultados. Esclareço que quem quer ajudar deve ajudar, de qualquer forma a intençao é boa e, muitas crianças tem bastante intreterimento, e, quem sabe um pouco mais do que isso. Ja é alguma coisa.

  15. @Alan: No portal do Criança Esperança na Rede Globo tem algumas informações, em especial uma lista de todos os projetos apoiados ( http://criancaesperanca.globo.com/CriancaEsperanca/0,,17258,00.html ), um FAQ sobre os critérios e condições de seleção de projetos ( http://criancaesperanca.globo.com/CriancaEsperanca/0,,17259,00.html ) e a animação passo a passo Para onde vai sua doação.

    Falta, contudo, um demonstrativo financeiro detalhado, realmente. Tudo o que há nesse sentido é o relatório Balanço Social 2008 (PDF), das ações sociais da Rede Globo no ano passado, que inclui release e dados financeiros resumidos do Criança Esperança 2008 e números dos Espaços Criança Esperança nos estados.

    Idem 2009. E o link Confira as ações sociais promovidas pela Rede Globo desde sua fundação [até 2012], em Globo Cidadania.

  16. @Marcio: Já verifiquei as informações disponíveis, bem como o relatório Balanço Social. Sei o quanto é importante o desenvolvimento de projetos sociais, sobretudo, da sua importancia no resgate da esperança e dignidade. Tambem, acredito que, quando bem elaborados, os projetos sociais tendem a melhorar a qualidade de vida das classes menos desfavorecidas,bem como de toda uma sociedade. E, gostaria muito de contribuir, e pensar que milhões de pessoas que estão doando dinheiro para mudar o quadro social de muitas crianças do nosso país, com as melhores das intenções, de fato não estão sustentando qualquer outra iniciativa obscura e ilicita, sem saber, é claro. Espero poder estar contribuindo com o projeto brevemente.

  17. Perdão, faltou falar do tema 🙂

    Muito errado. Lamentável a atitude de quem procurou disseminar o conteúdo do artigo.

    Abraço

  18. Procurei o artio que recebi sobre o referido assunto,e ele tem assinatura sim. Está assinado pelo senhor Wilson J. Comel advogado, Professor Titular aposentado da UEPG. Ex-presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Ponta Grossa. Fui me informar e o referido senhor existe, não é uma invenção da internet. E, é realmente o autor do texto. Tudo bem que há os defensores, os prós do Criança Esperança. Mas o direito de discordar também deve ser respeitado. Acredito que este senhor não publicaria algo que ele (um representante da justiça, fosse publicar algo desse teor, se não tivesse absoluta segurança sobre o que diz.

  19. @Ana Terra. Olá, Feliz 2010!

    Você fala de um artigo diferente. O texto sobre o qual versa meu artigo é um boato que circula há mais de quatro anos pela Internet e alegava que a Globo auferia benefícios fiscais com a campanha Criança Esperança. Isso foi dismistificado e desmentido conforme fatos no artigo e nos comentários.

    Pelo visto você cita um outro artigo, do advogado e professor Wilson J. Comel, de Ponta Grossa, Paraná, que encontrei neste link, no canal Direito e Justiça do jornal O Estado do Paraná Online:

    http://www.parana-online.com.br/canal/direito-e-justica/news/394821/?noticia=CRIANCA+ESPERANCA

    O tema abordado pelo prof. Comel é outro, ele argumenta que, enquanto o Criança Esperança direciona as doações para a Unesco, organismo internacional e independente, que por sua vez direciona os recursos arrecadados para ONGs selecionadas pelo projeto, existe uma estrutura oficial, com amparo legal e governamental no Brasil, para o apoio à criança e ao adolescente, que carece de apoio e recursos.

    A Lei Federal nº 8.069/1990 institui o Estatuto da Criança e do Adolescente:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil/LEIS/L8069.htm
    http://www.mp.rs.gov.br/areas/infancia/arquivos/incentivo_fiscal.pdf

    O Art. 260 dessa lei permite dedução de IR pelos contribuintes que fizerem doações aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente – nacional, estaduais ou municipais, conforme cita o artigo do advogado.

    Creio que o artigo do advogado e professor aborda uma situação que ocorre com certa frequência no Brasil, em que existem iniciativas oficiais/governamentais concorrendo também com abordagens independentes não governamentais, para determinado problema ou situação.

    Infelizmente, muitas vezes as pessoas veem mais efetividade e eficiência na aplicação de recursos, na gestão e nos resultados feitos por ONGs, quando o governo e outros órgãos oficiais não mostram a mesma eficácia e podem se perder em burocracia e morosidade, quando não são assolados também por politicagem, desmandos ou até corrupção.

    O sr. Wilson J. Comel, que já atuou presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Ponta Grossa, defende em seu artigo uma campanha onde os recursos fossem aplicados nos órgãos oficiais.

    Quanto à aplicação de recursos do Criança Esperança, questionado no artigo do sr. Comel, o portal criancaesperanca.com.br apresenta os critérios de seleção e a lista completa dos projetos apoiados, mas realmente carecia de uma prestação de contas mais detalhada.

  20. Cara como vc’s pobres diabos acreditam o que a globo quer mostrar e nunca mostra a realidade.Ninguém aqui fala que o Roberto Marinho lucrou apoiando a ditatura 1964 ou não??uma história montada no rabo dos brasileiros enquanto o pais das filas de tudo que tinhamos direito,os imbecis davam audiência ao excelentissimo senhor Marinho,assistindo futebol e novelas.Ai ai com essa emissora obscura que deve 52milhões aos cofres publicos com a NET,e alguns bilhões ao BNDES,podem ver que nossa gasolina é a mais cara do hemisfério sul,ao lado no paraguai que importa petroleo o litro sai a R$1,47 e aqui R$2,67,Bacia de Campos e Pré-Sal????entendem,o brasil é uma utopia filantrópica,e aceitamos tudo numa boa vendo um bom futebol e novelas asquerosas.Viva a Globo eternamente!!!

  21. É um absurdo quem acha que a globo merece reconhecimento.Uma mpresa de comunicação deveria ser obrigada por lei a divulgar instituições beneficientes.E é só isso que ela faz, porque doar ela não doa nada. Ela apenas pega o seu dinheiro e repassa. O dinheiro é realmente bem usado, mas eu não compactuo com empresas que fazem “bondade” para tirar vantagens. Os milhões que ela desconta do imposto nada mais é do que um pagamento pelo serviço prestado (e que pagamento,en?) Ou seja, ela não doa, ela vende.

  22. Bom, só para completar, tente descobrir o numero da conta da UNESCO para depositar direto, a Globo se recusa a fornecer, porque? O importante não é doar? Ela agora tá divulgando que não pode ser deduzido do imposto de renda. Porque ela faria tudo isso de graça? Se vc quiser divulgar sua ong no horário nobre ela vai te cobrar uma fortuna, então porque ela faria isso pela Unesco de graça e ainda gastaria uma fortuna com um Show??? Ah gente cai na real e doe p que vc doaria para a Globo para uma instituição de sua cidade ou do seu bairro.

  23. @Rô:
    Creio que você não leu nada desse artigo.

    Primeiro, ficou comprovado que nem quem doa, nem a Globo, nem muito menos a Unesco se beneficiam de qualquer redução fiscal. A Globo não desconta nada, contrário ao que você alegou no comentário #25. (Não estou defendendo Globo nem ninguém, apenas apresentando a verdade dos fatos).

    Segundo, contrapondo seu comentário #26, o espetáculo tem o patrocínio de diversas empresas, que tem suas marcas anunciadas durante o horário de exibição. Além disso, vários artistas que se apresentam abrem mão de seus caches em prol da solidariedade. E o que a Globo ganha é audiência.

    Este blog não é espaço para manifestações inflamadas e insensatas e, principalmente, alegações que não são verdadeiras. Outros comentários nestes mesmos termos serão bloqueados, porque não acrescentam nada saudável ao apresentado no artigo e demais comentários.

Comments are closed.