Meu novo blog

Bem vindo ao meu novo blog.

Se você já visitou meu blog antes, deve estar pensando que isso é pegadinha do 1º de abril, né? Continua a mesma cara, o conteúdo desde 2006 está todo ai… novo nada!

Bem, a verdade é que migrei o mecanismo do blog, mas tentei realmente preservar tudo como antes: importei todos os artigos e comentários e — pelo menos por enquanto — mantive a aparência com o mesmo tema.

Mas internamente mudou um bocado. Antes este blog era o serviço de “blog incluso” do provedor de hospedagem Locaweb. Era um blog baseado no WordPress, mas em um ambiente compartilhado e com limitações, restrito às opções e configurações disponibilizadas e customizadas pela Locaweb.

Agora migrei para um WordPress dedicado, instalado em meu próprio domínio e sobre o qual tenho total controle (e responsabilidade!).

O processo de migração foi um bocado mais complicado do que o que lista o tutorial Como migrar o meu Blog Incluso para uma Instalação Própria do WordPress da Locaweb, por isso vou detalhar aqui os procedimentos que tive que seguir.

O blog incluso antigo era baseado no motor WordPress versão 2.0.10, utilizando uma versão antiga do plugin Photopress para a inserção de imagens/fotos nos artigos. Já no novo instalei a versão atual 2.9.2, acrescido da versão mais recente do Photopress.

Comece exportando todo o conteúdo do blog incluso antigo como XML. Para isso, é necessário ativar o plugin (acessório) WP Export e utilizar a nova opção que aparece no menu Gerenciar.

O conteúdo do arquivo XML exportado pela versão antiga do WordPress, embora utilizando o mesmo formato geral da versão atual, tem uma série de diferenças de conteúdo que precisam ser ajustadas para que a importação ocorra perfeitamente.

Ao salvar o arquivo XML exportado pelo blog incluso Locaweb, edite o arquivo em um editor de texto (recomendo o Notepad++) e faça as seguintes alterações:

  • Localize todos os itens referentes a páginas, e em cada um altere as seguintes duas tags, de:

    [sourcecode language=”xml”]
    <wp:status>static</wp:status>
    <wp:post_type>page</wp:post_type>
    [/sourcecode]

    para:

    [sourcecode language=”xml”]
    <wp:status>publish</wp:status>
    <wp:post_type>page</wp:post_type>
    [/sourcecode]

  • Inclua o delimitador XLM CDATA na tag de conteúdo dos comentários, fazendo as seguintes substituições de texto nas tags de abertura e fechamento wp:comment_content, de:

    [sourcecode language=”xml”]
    <wp:comment_content>
    [/sourcecode]

    para:

    [sourcecode language=”xml”]
    <wp:comment_content><![CDATA[
    [/sourcecode]

    e de:

    [sourcecode language=”xml”]
    </wp:comment_content>
    [/sourcecode]

    para:

    [sourcecode language=”xml”]
    ]]></wp:comment_content>
    [/sourcecode]

  • E a mais trabalhosa — logo depois de aberta cada tag wp:comment que inicia um comentário acrescente uma linha com a tag wp:comment_id assim:

    [sourcecode language=”xml” highlight=”2″]
    <wp:comment>
    <wp:comment_id>1</wp:comment_id>
    [/sourcecode]

    Só que o número do ID do comentário tem que ser diferente para cada comentário de uma postagem: 1, 2, 3 etc. Esta é a forma com a qual o Import do novo WordPress distinguirá cada comentário. Caso contrário, será importado apenas um comentário por artigo.

Como a sintaxe tas tags do plugin Photopress mudaram e a versão customizada da Locaweb utilizava alguns parâmetros em português, alterações adicionais devem ser feitas no XML, dentro do conteúdo dos artigos com imagens incluídas com este recurso.

Como exemplo geral, as tags de imagem devem ser alteradas de:

[img:imagem.png,resized,centralizado]

Para:

[photopress:imagem.png,full,centered]

As substituições de texto que devem ser feitas no XML para o Photopress atual são:

De Para
[img: [photopress:
,resized ,full
,centralizado ,centered
,alinhar_esq ,alignleft
,alinhar_dir ,alignright

O mais importante é notar que agora o plugin não trata separadamente um tamanho “resized” (redimensionado). A imagem full passou a ter o seguinte comportamento dual: quando a imagem original excede a largura máxima definida, o Photopress automaticamente exibe a imagem redimensionada.

Para isso, além de alterar no XML os resized para full conforme tabela acima, é necessário realizar os seguintes procedimentos:

  1. No blog antigo, vá em Galeria de Fotos – Manutenção – Baixar todas as Imagens. Será gerado um zip com todas as imagens do Photopress para download, incluindo os formatos originais e as miniaturas (thumbnails).
  2. No novo blog, instale o plugin Photopress. Na interface de administração do WordPress, em Configurações – Photopress altere: Keep original images: Yes.
  3. Em sua área de arquivos do site, crie a pasta /photos dentro do wp_content/ no local de instalação do WordPress. Nesta pasta, descompacte as imagens baixadas do blog antigo.
  4. Renomeie todos os arquivos .thumb_imagem.jpg para thumb_imagem.jpg, sem o “ponto” inicial. Crie cópia de todas as imagens originais, de imagem.jpg para orig_imagem.jpg. Ou seja, para cada arquivo de imagem, você deve ter ele com o nome original (será o formato full/redimensionado), cópia dele com o prefixo orig_ (imagem original) e a miniatura com o prefixo thumb_.
  5. Depois de preparados os arquivos de imagem, volte à interface administrativa e, em Ferramentas – Photopress, escolha a opção Maintain e, nesta, acione as opções Import Photos e, em seguida, Mass Resize.

Por fim, com todas as alterações no XML e as imagens preparadas, vá em Ferramentas – Importar – WordPress e importe o seu XML. Um passo intermediário da importação deve confirmar o mapeamento dos usuários/autores das postagens no novo blog.

Pronto. Com estes passos, consegui importar todos os artigos, páginas, comentários as imagens no meu blog.

Só os seguintes itens não foram preservados:

  • Os links para outros sites.
  • As categorias nas quais as imagens estavam organizadas no Photopress (Galeria de Fotos).

Recomendo também ativar no blog incluso antigo o plugin (acessório) WP Backup Utility e, na nova opção Gerenciar – Backup, exportar todos os dados também como um SQL (recomendo a opcão de também compactar como ZIP).

Para quem for muito animado (escovador de bits?) e audacioso (corajoso), as configurações de links do blog e categorias do Photopress, por exemplo, podem ser importadas diretamente nas respectivas tabelas SQL da base de dados do novo blog. Mas cuidado, ou você pode corromper a base de dados do blog. Eu preferi não arriscar, refiz estes poucos itens na interface administrativa, mesmo.

É isso tudo! Agora, de motor de blog novinho em folha, estou pesquisando quais personalizações, mudanças e melhorias devo fazer a partir de agora.

Para começar, já instalei os plugins Snap Shots e SyntaxHighlighter Evolved. O primeiro exibe uma miniatura de previsualização quando se pousa o mouse sobre um link nos textos postado. O segundo formata código-fonte nos textos postados. Ambos os recursos já podem ser vistos neste artigo.

Quem utiliza o WordPress como motor de seus blogs, me recomenda algum outro plugin bacana?

4 Replies to “Meu novo blog”

  1. TM!!
    Adorei saber que você migrou o blog para uma instalação própria… Dá trabalho, mas realmente vale a pena!!
    Quando eu fiz isso não tive como migrar meus arquivos, então estou “re-publicando” todos manualmente, desde 2004!!

    Eu uso vários Plugins, mas os mais legais deles são:

    – Twittpress: anuncia seus novos post no Twitter.
    Link: http://www.thomaspurnell.com/twitpress/

    – SRG Clean Archives: mostra seus arquivos diversos modos, podendo ser por mês, ano ou post individual. Ótimo para criar uma página com uma lista de todos seus posts.
    Link: http://www.sporadicnonsense.com/

    – Exec-PHP: para executar PHP em seus posts e páginas. Muitos plugins só funcionam com a presença dele, e o SRG Clean Archives é um deles.
    Link: http://bluesome.net/post/2005/08/18/50/

    – Category Cloud: mostra um “nuvem” de categorias, e você pode escolher uma escala de cores para diferenciar as categorias de acordo com sua “relevância”.
    Link: http://www.mapelli.info/category-cloud

    – BT FeedBurner Subscribers: confesso que nunca consegui colocar ele para funcionar pra valer, mas quando utilizado corretamente mostra o número de assinantes seu blog tem.
    Link: http://brunotorres.net/bt-feedburner-subscribers

    – WordPress Database Backup: gera backup do seu blog na frequência desejada e te envia por e-mail.
    Link: http://www.ilfilosofo.com/blog/wp-db-backup

    – Ajaxified Expand Post: no meu blog não está funcionando porque tive que tirar algumas coisas no CSS, mas é para manter uma parte do post “escondida”. Quando você usa a Tag, aparece o link “More” e o resto do post aparece SEM ter que carregar a página do artigo.
    Link: http://blog.chweng.idv.tw/wordpress/ajaxified-expand-post-now/

    – Agenda: eu sempre gostei de ter agenda na sidebar, para me organizar, poder conferir trabalhos, compromissos… Ela pode ser exibida em forma de calendário ou “lista”, e você pode até usar ícones em cada data.
    Link: http://blog.plic-plac.com/

    Meu comentário está meio saturado de informações, mas é um resumo dos vários Plugins que eu gosto. Se quiser mais dicas ou tiver alguma dúvida sobre essa bagunça que escrevi, é só perguntar!!
    BEIJÃO!!

    ps.: se algum dos links não funcionar eu posso achar o “verdadeiro” pra você.

  2. @Luly:

    Coloquei o Twitpress (mesmo não testado nessa versão mais recente) e também o TweetMeme que exibe um botão para o leitor fazer retweet.

    O template antigão em uso no meu blog não é devidamente estruturado para suportar widgets na sidebar, de forma que ainda não tenho como usar o Category Cloud, embora muito me interesse. Um passo futuro vai ser escolher novo template mais atualizado com os recursos mais recentes do WP quanto flexível e bem estruturado em termos de HTML e CSS.

    Valeu! Bjos

  3. @Roberto (implante dentario):
    Espero que as dicas detalhadas que listei aqui, sobre como migrei o meu, ajudem você a também realizar uma migração bem sucedida.
    Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *