OpenJDK livre com chá gelado

Passaram-se 11 meses desde que a Sun anunciou o Java/JDK como código aberto e foi criado o projeto OpenJDK.

A maior parte do código do OpenJDK está disponível sob licença GNU General Public License Version 2 (GPLv2). Mas ainda não era possível construir uma distribuição do OpenJDK como Software Livre, por causa da presença de alguns “plugs binários”, componentes binários (código não aberto) necessários à compilação do OpenJDK.

Eis a citação do texto em OpenJDK Source Releases (em inglês):

Not all of the source code that makes up the JDK is available under an open-source license. In order to build an OpenJDK binary from source code, you must first download and install one or more of the following files from which the build process will copy over “binary plugs” for these encumbered components. These files are only for the purpose of building an OpenJDK binary and are made available under the Binary License for OpenJDK; if you’re looking for a runnable JDK 7 snapshot build then please go here.

Além disso, é necessário baixar o JDK da Sun, que não é livre, para compilar o OpenJDK.

Por isso, desde junho deste ano, desenvolvedores da comunidade Linux em torno da distribuição livre Fedora (Red Hat) iniciaram um projeto experimental, denominado IcedTea, com o objetivo de gerar uma distribuição do OpenJDK que possa ser construída inteiramente como software livre, substituindo os plugs binários do OpenJDK por software livre baseado no GNU Classpath e removendo a necessidade de bootstrap (inicialização) a partir de software não livre.

A principal motivação desta iniciativa é que as distribuições Linux livres — como Fedora, Debian, Ubuntu etc. — utilizam exclusivamente software livre.

O nome IcedTea (Chá Gelado) foi usado porque JDK e OpenJDK são marcas registradas. O projeto IcedTea não é uma dissidência (fork) do OpenJDK nem inclui o código fonte do OpenJDK. Foca apenas na preparação, adaptação e substituição das partes não livres do OpenJDK e no seu processo de construção como software livre.

O IcedTea foi uma iniciativa separada do projeto OpenJDK apenas pelo seu caráter experimental e para facilitar a criação de um repositório versionado livre para a comunidade trabalhar, já que a Sun ainda não havia disponibilizado um repositório Mercurial para o OpenJDK.

Segundo a nota de anúncio de Andrew Haley (2007-06-07), as contribuições que forem produzidas no IcedTea serão submetidas ao processo OpenJDK tão logo as questões técnicas e legais estejam resolvidas.

Para saber mais:

One Reply to “OpenJDK livre com chá gelado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *