Boas blogadas do fim da semana

Nesta quinta-feira dia 23, Jonhathan Schwartz, CEO e Presidente da Sun, escreveu em seu blog o artigo The Rise of JAVA – The Retirement of SUNW. Além de comentar a recente parceria da Sun com a Google para distribuir gratuitamente o StarOffice — versão comercial da Sun para a suíte de programas de escritório OpenOffice.org — no pacote de software Google Pack, o destaque do artigo é o seguinte:

JAVA is a technology whose value is near infinite to the internet, and a brand that’s inseparably a part of Sun (and our profitability). And so next week, we’re going to embrace that reality by changing our trading symbol, from SUNW to JAVA.

Ou seja, a Sun mudou sua marca no mercado financeiro, trocando o código (ticket) de suas ações na bolsa tecnológica Nasdaq de SUNW para JAVA! Segundo Schwatz, isso reflete o quanto a Sun abraça a realidade da tecnologia Java ter valor ilimitado e ter sua marca como parte inseparável da Sun e de sua rentabilidade.

O fato foi noticiado também em artigo Bye Bye SUNW, Hello JAVA: Sun To Change Its Stock Ticker Symbol — “JAVA is a technology whose value is near infinite to the Internet” — por Java News Desk, 24/ago, no Java Developers Journal (JDJ).

Calvin Austin em seu blog levantou questionamentos bem-humorados a respeito: “Já pensou se agora a Apple mudar para IPOD, Microsoft para OFFICE e Oracle para DB? Será que JAVA deve ser citado como JAVA(TM) na cotação para manter o direito da marca comercial? O que acontece se a indústria de café estiver mal, será JAVA também afetada?”


Lançamentos de software Java anunciados no dia 23:


Já faz tempo que não falo nada do assunto Unix. Tenho dado uma dica ou outra relacionada a Linux, mas nada dos Solaris e HPUX da vida. Foi “nostálgico” ver no blog de Ataliba Teixeira a dica Removendo espaço não usado no HP-UX, Dicas Unix. A dica cita a origem no Unix Guru Universe (UGU), portal velho conhecido meu há anos.

Me identifiquei também com a constatação do Ataliba em seu artigo seguinte, Blog é um troço interessante. “Para quem é paraquedista, serviu chegar até aqui. Ou seja, ele tem que ter a resposta para o que eu quero, já que o Google me jogou aqui.” Felizmente não é a postura de todos, mas também acho gozado como tem gente que lida com a Internet de forma meio egoísta, comodista, revoltada, mal educada ou algo assim. Em resumo, a vêem como uma via de mão única: eu quero tudo o que eu preciso, de graça e rápido. Para estes, só me resta desejar que um dia entendam o significado de cooperação e colaboração.

Bem, vou voltar ao InfoBlogs e meus feeds RSS para ver o que mais essa gente bacana da Internet anda escrevendo… Boa semana a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *