JavaFX em foco

JavaFX 1.0 foi oficialmente lançado em 4 de dezembro último.

O objetivo da tecnologia JavaFX é prover uma plataforma unificada de construção e distribuição de aplicações Internet ricas (RIA) incorporando mídia rica (áudio e vídeo de alta fidelidade, texto formatado, gráficos vetoriais, animações) e Web Services para os mais de 800 milhões de dispositivos desktop (computadores), móveis (celulares, PDAs) e eletrônicos (TVs e outros aparelhos) com Java embutido.

JavaFX visa constituir uma atraente camada de apresentação para o ecosistema Java, permitindo criar conteúdo que combine o melhor de software e serviços Enterprise avançados com RIA.

A tecnologia JavaFX provê uma linguagem de script declarativa de alto desempenho, JavaFX Script. JavaFX Script surgiu de um projeto chamado F3, por Chris Oliver, que entrou na Sun quando esta adquiriu sua empresa Seebeyond em setembro de 2005.

No ambiente web, a tecnologia JavaFX pretende competir com Adobe Flash (Player, Wikipédia e Wikipedia) e Flex, além do ilustre desconhecido Microsoft Silverlight (Developer Center, introdução).

Fonte: Sun Microsystems, JavaFX. A família de ferramentas JavaFX provê a habilidade de criar conteúdo interativo, aplicações e serviços para desktop, dispositivos móveis e equipamentos eletrônicos.

Colabora para um bom desempenho de JavaFX no ambiente desktop o recente lançamento do Java SE 6.0 Update 10 (já atualizado pelo Update 11), que introduz a nova geração do Java Plug-in. O novo Java Plug-in sofreu uma profunda reestruturação arquitetural para prover uma plataforma mais ágil, eficiente e robusta para a distribuição de conteúdo Java (Applet) e JavaFX no navegador web. O Plug-in oferece também maior integração ao ambiente DOM e JavaScript do navegador.

As primeiras ferramentas para desenvolvimento JavaFX também estão disponíveis, gratuitamente. Nos downloads do portal JavaFX estão disponíveis:

  • JavaFX 1.0 SDK para Windows (requer JDK 6u7 ou superior) e Macintosh (requer JDK 5y13 ou superior) – ferramentas básicas JavaFX de linha de comando;
  • JavaFX 1.0 Production Suite para Windows e Macintosh – suite de ferramentas e plug-ins que se integram a Adobe Photoshop e Illustrator CS3, permitindo um fluxo colaborativo entre designers gráficos e desenvolvedores;
  • NetBeans IDE 6.5 for JavaFX 1.0 – versão recém-lançada do IDE NetBeans 6.5 com as extensões de suporte ao desenvolvimento JavaFX.

A propósito, um artigo de Weiqi Gao ensina como fazer funcionar JavaFX 1.0 em Linux: NetBeans Plugin.

A Sun também está disponibilizando o Early Access do Projeto Kenai – JavaFX Plugin for Eclipse. Leia mais a respeito no post de Jim Weaver em Javalobby.

Para saber mais:

3 Replies to “JavaFX em foco”

  1. Concluí meus estudos sobre JavaFX e já comecei a escrever um pequeno sistema. Mas me faço uma pergunta. E o mercado de trabalho? Há vagas para quem conhece esta tecnologia? Não vi nenhuma no site da APInfo.

    E o fato da SUN ter sido vendida, não atrapalhará a popularização da nova linguagem? Minha opinião é de que a SUN perdeu muito tempo sem investir nesta área. A tecnologia de APPLET ficou a mesma desde a versão 1.0 do java.

    Minha busca é por algo que permita escrever aplicações web usando uma unica tecnologia e que a aplicação seja rica, minimizar a dependência para com o protocolo HTTP visando simular eventos de aplicação como no JSF. Acredito que JavaFX é a resposta, mas não adianta continuar a investir em uma linguagem que talvez tenha nascido morta.

    Obrigado. E por favor, aguardo suas considerações no meu Email.

  2. Cenario: Linguagem com grande poder de fogo e facilidade de desenvolvimento. Maquina Open sourece(JVM) dando suporte. Se a ORACLE absndonar a comunidade continua…
    Grande chances de aderencia do mercado corporativo pela produtividade. HTTP + AJAX JSP Servelet continuam para aplicações leves. Cenario bastante favoravel para consolidação do Java FX.

Deixe uma resposta