Nem só de JBoss vive o Java EE livre

O JBoss Application Server (AS) é de longe o mais popular e utilizado servidor de aplicações Java EE livre e de código aberto (open source). É ativamente mantido, muito robusto e rico em recursos. Em 2006 a empresa mantenedora JBoss, Inc. foi adquirida pela Red Hat e se tornou uma divisão desta.

Mas nem só de JBoss vive o Java EE livre. Dia 12, 2 postagens em blogs do java.net citavam artigos interessantes sobre os dois servidores Java EE completos e software livre: Apache Geronimo e GlassFish.

Apache Geronimo

Kito D. Mann postou Geronimo and Pluto, believe it or not… citando o recente artigo em IBM developerWorks: Write and deploy portlets to Apache Geronimo with Apache Pluto. O artigo fala da integração do Geronimo com o Apache Pluto, implementação de referência da especificação Java Portlet, JSR-168.

O Geronimo é um projeto livre de servidor Java EE mantido na respeitada Fundação Apache. O Geronimo é empacotado e distribuído pela IBM como a versão gratuita do seu servidor de aplicações, WebSphere Application Server Community Edition.

GlassFish

Arun Gupta citou em GlassFish – Past, Present and Future o excelente artigo The GlassFish Community Delivering a Java EE Application Server (PDF). O artigo traz um excelente histórico da evolução da plataforma Java Corporativa (Java EE) e do servidor de aplicações GlassFish e aborda suas perspectivas futuras.

O projeto GlassFish foi criado pela Sun em 2005, quando a Sun tornou open source seu Sun Java System AS Platform Edition (PE) — que já era gratuito — para se tornar a implementação de referência do Java EE 5. A Sun ainda utiliza o GlassFish como base para sua linha de servidores de aplicação Sun Java System, oferecendo também versões comerciais mais avançadas para clusterização e alta disponibilidade.

One Reply to “Nem só de JBoss vive o Java EE livre”

  1. Sou consultora de RH e tenho uma posição de analista de infraestrutura de internet,onde o profissional precisa ter conhecimentos técnicos de JBoss e Apache. Posso divulgar no seu blog? Como poderia fazer?

    Grata
    Zuleica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *