Depois de dois anos de desenvolvimento, Sun Microsystems liberou hoje o Java SE 6 final, mais novo grande lançamento da plataforma Java Padrão, cujo projeto de desenvolvimento teve codinome “Mustang”.

Segundo a nota de lançamento, há os seguintes recursos de destaque:

  • Novos e melhores recursos de segurança, como integração nativa com GSS/Kerberos, módulo de login JAAS com autenticação LDAP e nova API de E/S para Smart Cards (JSR 268);
  • Web Services integrado, incluindo nova API de serviços de assinatura digital (DSig) XML (JSR 105) para web services seguros, cliente e núcleo para API de WS baseada em XML (JAX-WS) 2.0 (JSR 224) que estende a JAX-RPC 1.0 existente, novo suporte à Arquitetura para XML Binding (JAXB) 2.0 (JSR 222) e à Streaming API for XML – StAX (JSR 173), e WS Metadata (JSR 181);
  • Suporte a Linguagens de Script (JSR 223), com o mecanismo Mozilla Rhino para JavaScript embutido na plataforma;
  • Melhor gerenciamento e disponibilidade, com melhorias na API de Monitoramento JMX e na análise de uso e detecção de desperdício de memória, e suporte runtime para dTrace (sistema operacional Solaris 10+);
  • Aumento da produtividade do desenvolvedor, com suporte a JDBC 4.0 (JSR 221), melhorias significativas de bibliotecas, da Java Platform Debug Architecture (JPDA) e da JVM Tool Interface;
  • Experiência mais agradável para o usuário, com atualizações de visual e comportamento (look-and-feel) para mais similaridade com o sistema operacional, melhor desempenho e integração com o ambiente desktop (inclusive o Windows Vista) e mais suporte a internacionalização;
  • Java DB 10.2 JDBC4 Early Access, baseado no Apache Derby, incluído na distribuição do Java SE.

O detalhamento dos recursos e melhorias do Java SE 6 estão agrupados na especificação “guarda-chuva” do Java SE, JSR 270, a qual estão ligadas outras 13 JSRs implementadas.

O ciclo de desenvolvimento da nova versão foi um marco na história do Java. A Sun se esforçou para promover o mais alto nível de transparência e colaboração com a comunidade Java através do Projeto JDK 6 no portal colaborativo java.net, com participação de cerca de 330 desenvolvedores, de mais de 160 companhias para garantir compatibilidade, estabilidade e alto desempenho.

O portal JavaFree.org ressaltou que, assim como aconteceu com a versão 5, a adoção deve ser gradual, especialmente por causa da demora de grandes fornecedores em certificar seus produtos para funcionarem com essa nova versão. Entretanto, a maior parte das aplicações existentes muito provavelmente funcionará com o Java 6, já que os testes feitos durante o desenvolvimento garantem backward compatibility na grande maioria dos casos. Agora é esperar pelas novidades que virão com o Java 7 “Dolphin”.

Para saber mais: