Fonte: TI Inside Online, Da Redação, 2010-04-19.

A maioria dos departamentos de TI ainda está começando a desenvolver estratégias para lidar com o enorme volume de dados trafegados. Estudo encomendado à Unisphere Research pela Informatica Corporation revela que 35% dos entrevistados ainda não sabem como gerenciar os volumes crescentes de dados corporativos. A empresa entrevistou mais de 225 membros do Grupo de Usuários de Aplicações Oracle (OAUG, na sigla em inglês).

De acordo com o levantamento, a maior parte das companhias busca resolver questões de desempenho com soluções de eficácia limitada, como ajustes no conjunto de aplicações, o que gera retornos menores, ou atualização ou expansão do parque de hardware, agregando complexidade e custos.

O levantamento constatou que 87% dos entrevistados responsabilizam o crescimento dos dados por seus problemas de desempenho. Além disso, verificou que os custos com manutenção são desproporcionais à utilidade da aplicação, sendo que 42% dos entrevistados disseram precisar de um a cinco funcionários em tempo integral para manter uma aplicação antiga. Um em cada sete entrevistados ressaltou que há necessidade de um efetivo ainda maior para manter aplicações antigas, enquanto que 14% disseram que alocam um décimo do orçamento anual de TI para manter essas aplicações.

O estudo revelou ainda que mais empresas precisam garantir que os dados não contenham identificadores que exponham informações confidenciais sobre clientes e parceiros. Setenta e cinco porcento das empresas questionadas disseram que fazem até cinco cópias dos dados em produção para fins de não-produção e 78%, que usam dados reais em produção em ambientes de não-produção.

Segundo a pesquisa, o problema do aumento dos dados é agravado por regras e políticas que exigem que tais informações permaneçam acessíveis por longos períodos. Pelo levantamento, 60% mantêm os dados por sete anos ou mais, 16% mantêm inalterados e 66% dizem que os dados arquivados precisam ter disponibilidade imediata de acordo com a necessidade.

O estudo conclui que o arquivamento de bancos de dados continuará a ser um desafio interno e exigirá ferramentas e abordagens apropriadas para lidar com o crescente volume de informações.

A Informatica, que encomendou o estudo, é o maior fornecedor independente de software para integração de dados e gerenciamento de ciclo de vida de informações (ILM).

Para saber mais: