Vamos aumentar nosso salário?

E se você pudesse um dia acordar e pensar: “Hmmm, acho que vou aumentar meu salário hoje!” ? Bem, se você for um deputado ou senador do Brasil, você pode. Não só pode como aconteceu, anteontem mesmo.

Em um simples acordo, Congresso e Senado do Brasilei resolveram reajustar os salários dos parlamentares, dos atuais R$ 12,847,20, para R$ 24.500, um aumento de 91% que equipara aos salários dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). A decisão não foi em plenário, mas em uma simples reunião de líderes partidários liderada pelos presidentes da Câmara — Aldo Rebelo (PC do B-SP) — e do Senado — Renan Calheiros (PMDB-AL). Na reunião, foi derrotada proposta anterior de reajustar os salários “apenas” para R$ 16.500, que seria de acordo com a inflação acumulada desde o último reajuste (há 4 anos).

Tirando os deputados Henrique Fontana (PT-RS) e Chico Alencar (PSOL-RJ) e a senadora Heloísa Helena (PSOL-AL), 20 deputados e 6 senadores votaram a favor na reunião de líderes. Lembre-se dos nomes dos parlamentares favoráveis ao decidir sobre seu voto em futuras eleições!

A farra salarial política não para por aí. Como deputados estaduais podem receber até 75% do salário de parlamentares federais, e os vereadores municipais, até 75% do salário do deputado estadual, o aumento é em cascata nos legislativos estaduais e municipais Brasil afora. Apenas dois dias após a decisão federal, 19 Assembléias estaduais já tinham confirmado a propagação do reajuste. E provavelmente as restantes seguirão breve, já que isso sim é uma questão de interesse urgente do legislativo em todo país.

Lembro que só estamos falando aqui dos salários. Já existem inúmeras e vultuosas verbas adicionais que complementam em muito os salários de parlamentares, como auxílio para ternos, moradia, veículos, viagens etc., salários de assessores e verba de gabinete. Isso sim que é “Bolsa Família”!

Justificativas para o aumento? Só com muito “óleo de peroba”, diz a senadora Heloísa Helena. Realmente, haja cara de pau para suprir a total ausência de bom senso, racionalidade e sensatez ante à realidade do Brasil, onde o salário mínimo acabou de ser reajustado para R$ 375. Ou seja, o novo salário dos parlamentares é mais de 65 vezes o salário mínimo atualizado. É… nem tudo que é legal é moral.

Não pense que os absurdos são apenas da política brasileira. Nos Estados Unidos, os parlamentares estão revoltados com a proposta de se aumentar a carga de trabalho de dois para 5 dias semanais. Realmente, um absurdo!

Agora, voltemos à nossa realidade.

One Reply to “Vamos aumentar nosso salário?”

  1. O ministro do STF Enrique Ricardo Lewandowski concedeu, em 19/12, liminar em um mandado de segurança impetrado pelos deputados federais Fernando Gabeira (PV-RJ), Carlos Sampaio (PSDB-SP), Luiza Erundina (PSB-SP) e Raul Jungmann (PPS-PE). A decisão do ministro, referendada por unanimidade pelos demais ministros, suspendeu o aumento da remuneração dos parlamentares e determinou que as Mesas Diretoras não podem conceder aumento aos deputados e senadores sem que seja observada a necessidade de decreto legislativo, votado e aprovado pelos plenários das casas legislativas.

    http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/34016.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *